Banner rotativo

    Estudantes de Campo Largo realizam protesto contra fechamento de turmas em escola

    0

    Alunos do Colégio Estadual Júlio Nerone, em Campo Largo, realizaram um protesto no final da manhã de hoje, dia 04, em virtude do fechamento de turmas do 1º ano do Ensino Médio na instituição, para o ano letivo de 2019. Munidos com faixas, aproximadamente 62 estudantes participaram da manifestação.

    Segundo informações da própria escola, em outubro deste ano, a direção do colégio e os alunos receberam a notícia de que a instituição deixaria de ofertar o 1º ano do Ensino Médio e o 6º ano do Ensino Fundamental. A demanda passaria a ser atendida por outra escola, a Casemiro Karman, no bairro Rivabem, distante dois km do colégio Júlio Nerone, que fica no bairro Bom Jesus.

    PublicidadePrint

    O motivo da mudança, de acordo com a escola, seria a utilização de algumas das salas de aula pela prefeitura de Campo Largo, já que o prédio que abriga o Júlio Nerone pertence ao município.

    Pais de alunos estão preocupados com o remanejamento dos estudantes para outras instituições de ensino, já que hoje, muitos dos estudantes moram em um bairro ao lado do colégio Júlio Nerone. Para ir até a nova escola, precisariam andar dois km – atravessando, inclusive, uma a pista da antiga BR 277 – ou então pagar por alguma condução. De acordo com eles, o fechamento das turmas de 1º ano na escola acarretaria no fim da oferta do Ensino Médio no local nos próximos anos.

    Recentemente, a prefeitura de Campo Largo emitiu uma nota falando sobre um suposto boato de que a escola seria fechada. “A Prefeitura Municipal de Campo Largo informa que nenhuma escola na cidade corre risco de ser fechada, muito menos a Escola Julio Nerone ou a Escola Monsenhor Ivo Zanlorenzi. Ocorre que, com a inauguração do Colégio Estadual Casemiro Karman, está sendo reorganizado os espaços para aumentar a oferta de vagas no Município. Isso não significa que serão fechadas escolas”.

    O Metropolitano Agora entrou em contato com a Secretaria de Estado da Educação do Paraná (Seed) sobre o caso, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

     

     

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome