Banner rotativo

    Campo Largo gerou mais empregos do que demitiu durante o mês de novembro

    0

    Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, divulgados no último dia 20 de dezembro mostram que a criação de empregos com carteira assinada atingiu, em novembro, o maior nível para o mês em oito anos. Segundo o levantamento, 58.664 postos formais de trabalho foram criados no mês de novembro. O indicador mede a diferença entre contratações e demissões.

    Em Campo Largo, durante o mês de novembro, as empresas mais contrataram do que demitiram. No período, foram 862 admissões contra 815 desligamentos.  A variação foi positiva, com a criação de 47 vagas de trabalho.

    PublicidadePrint

    A última vez em que a criação de empregos tinha superado esse nível tinha sido em novembro de 2010, quando as admissões tinham superado as dispensas em 138.247. A criação de empregos totaliza 858.415 de janeiro a novembro e 517.733 nos últimos 12 meses.

    Durante o ano

    Entre os meses de janeiro e novembro de 2018, Campo Largo teve variação positiva na geração de empregos, com 134 vagas.

    Até o mês de novembro, foram 9.601 admissões e 9.467 desligamentos.

    Ocupações

    Em novembro, as ocupações com maior número de contratações foram de técnico de enfermagem, seguido de enfermeiro, atendente de lojas e mercados, além de auxiliar de enfermagem.

    As ocupações que mais desligaram foram a de faxineiro, com menos 133 vagas, seguida de copeiro e promotor de vendas.

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome