Banner rotativo

Nos Bastidores da Política

0

Para a eleição municipal de 2020, os partidos políticos precisam reorganizar o quadro de filiados para garantir uma boa chapa de candidatos a vereador. O alvoroço político está em andamento, pois não se poderá fazer coligação nas chapas proporcionais. Com mais de trinta partidos querendo uma das onze vagas de Campo Largo, por exemplo, a busca por lideranças com bom potencial de votos é uma questão de ordem. Cada chapa de vereadores, precisará ultrapassar o quociente eleitoral, numa primeira avaliação, em Campo Largo, são mais de seis mil votos para eleger o primeiro da chapa montada. Como Campo Largo tem, pela legislação em vigor, a possibilidade de aumentar o número de cadeiras, pode acontecer alteração. A decisão pelo aumento de vagas é dos atuais vereadores, Campo Largo poderá ter até dezenove vereadores. A representatividade parlamentar é muito baixa em relação a outros municípios com menos eleitores e de menor expressão econômica. Na última semana, o PRTB, sigla do vice-presidente, Hamilton Mourão, começou o trabalho de reorganização partidária, tendo à frente o vereador Toninho Ferreira. A composição de uma nova comissão provisória e na sequência a formação de um diretório municipal, são as metas do parlamentar, cujas pretensões políticas não podem ser ignoradas. Na eleição de 2016, o PRTB esteve coligado com o PR do então vereador João Marcos que concorreu ao cargo de prefeito tendo na vice, o empresário Adilson Mazzon (PRTB). O trabalho partidário indica que a Comissão Provisória será registrada na justiça eleitoral em breve e ai, os lideres da sigla passam a realizar as filiações para compor a futura chapa proporcional de vereadores. Por sinal, com onze vagas, o máximo de candidatos na chapa é de dezesseis pretendentes, com trinta por cento dos postulantes garantido por lei, às mulheres, caso a maioria dos pré-candidatos seja do sexo masculino, ou vice versa. O vereador Toninho Ferreira como os demais que forem migrar para outra sigla precisará esperar o momento certo, ou seja, a famosa Janela de Transferência partidária estabelecido pela legislação eleitoral que deve acontecer em março de 2020.

WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

Deixe seu comentário

Favor escrever seu comentário
Favor colocar seu nome