Você escolhe o lanche pós-treino com antecedência? Veja como isso é importante à saúde

    0

    Para muitos praticantes de exercícios, após sair da academia é difícil resistir a um doce – afinal, é o momento em que o corpo sente necessidade de repor as energias e a fome fala mais alto. Mas uma pesquisa divulgada pela University of Nebraska – Lincoln (EUA) pode ser o caminho para acabar com este anseio. Segundo o estudo, escolher o lanche pós-treino antes da prática de exercícios diminui a vontade de se jogar no açúcar e nos carboidratos.

    Os resultados, divulgados no jornal britânico Daily Mail, mostram que planejar essa refeição tem impacto direto nas chances de manter uma dieta mais saudável e nutritiva. Para isso, foram analisados dois grupos que praticam atividades em academias no dia a dia. No primeiro grupo, 137 pessoas foram orientadas, antes dos exercícios, a decidirem o que comeriam após o treino. As opções eram maçã, brownie ou nenhum lanche. Já o segundo grupo, composto por 119 participantes, recebeu as mesmas opções, mas tiveram que escolher o lanche depois de terem se exercitado.

    Alimento escolhido Grupo 1: escolha do lanche pós-treino antes dos exercícios Grupo 2: escolha do lanche pós-treino depois dos exercícios
    Maçã 74% 55%
    Brownie 14% 33%
    Não comer 12% 12%

    Aproximadamente 74% do grupo que escolheu o lanche pós-treino antes de ir à academia optou pela maçã. Por outro lado, somente 55% dos que tiveram a escolha após o treino selecionaram a fruta. Em relação ao brownie, 14% do grupo pré-exercício o escolheu, contra 33% daqueles que decidiram pós-exercício. Ainda, 12% de ambos grupos decidiram não comer nada – o que pode ser prejudicial à saúde depois de realizar treinamentos.

    Assim, se o seu objetivo é perder peso e manter uma dieta mais nutritiva, o ideal é selecionar o lanche pós-treino antes de ir à academia. De acordo com o professor Karsten Koehler, um dos responsáveis pelo estudo, pensar em comer após uma sequência de exercícios ocasiona em escolhas menos saudáveis.

    Mas, afinal, por que malhar dá fome?

    Pós-exercício temos o desejo de nos recompensarmos pelo trabalho - Foto: Shutterstock

    Os dados obtidos trouxeram à tona a discussão sobre como a prática de exercícios afeta o apetite. Aos autores da pesquisa, a explicação está na chamada “teoria da alimentação compensatória”. Ela sugere que existe um maior desejo por alimentos mais calóricos após se exercitar para que sejam compensadas as calorias perdidas.

    O estudo em laboratório revelou que a maioria das pessoas não sente fome de fato após o treino, mas querem se recompensar pelo êxito do trabalho feito. Devido a isso, a equipe ainda fará novos testes para descobrir como e por que das escolhas alimentares ligadas à rotina de exercícios.

    O estudo em laboratório revelou que a maioria das pessoas não sente fome de fato após o treino, mas querem se recompensar pelo êxito do trabalho feito. Devido a isso, a equipe ainda fará novos testes para descobrir como e por que das escolhas alimentares ligadas à rotina de exercícios.

    fonte:minhavida

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome