Banner rotativo

    ‘Cobrado’ por Luan, Zé Welison relata ‘drama’ por expulsão no Atlético

    0
    “Dá uma dura no Zé, esse juvenil”.
    Aos risos e em tom de brincadeira, Luan deixou a entrevista coletiva com essa declaração sobre Zé Welison. Afinal, o companheiro – surpresa do técnico Levir Culpi na escalação para o jogo contra o Defensor-URU – foi expulso aos 10’ do segundo tempo da partida dessa quarta-feira, no Independência. Apesar de jogar com um a menos, o Atlético manteve o 0 a 0 e avançou à fase de grupos da Copa Libertadores.
    Chateado por ter sido expulso, o volante relatou o ‘drama’ vivido durante os 40 minutos que restavam na partida. “Eu não podia ser expulso. A gente fica com o coração na mão, porque deixa os companheiros numa fogueira. A gente não quer que isso aconteça nunca, mas acontece. Mas a gente estava preparado, a gente soube controlar bem o jogo. Sofremos um pouco, mas faz parte. Isso é Libertadores, é uma competição bem disputada”, disse.
    E o Atlético foi mesmo seguro durante a partida. Após vencer no Uruguai por 2 a 0, o time alvinegro optou por ser comedido nos avanços ao ataque. Tudo para evitar sustos e garantir a classificação. Os raros momentos em que o Defensor conseguiu incomodar a equipe alvinegra foram justamente depois da expulsão de Zé Welison.
    O volante foi expulso por acúmulo de cartões amarelos. O primeiro foi aplicado aos 43’ da etapa inicial. O segundo, aos 10’ do segundo tempo. Zé Welison ficou na bronca com o árbitro colombiano Andrés Rojas. Segundo o jogador atleticano, a arbitragem não adotou os mesmos critérios para as duas equipes.
    “Acho que o primeiro lance não foi falta. O juiz tem que usar o critério para os dois lados. Ele já entra para o jogo com má intenção. Então, foi uma bola que escapou de meu pé, uma falta no meio do campo, e ele me dá logo o segundo amarelo e me coloca para fora de campo. Acho que ele tem que usar (o critério) para os dois lados, porque teve uma falta (parecida) em cima do Ricardo Oliveira. Tinha que dar amarelo também para o adversário, mas não aconteceu. Tem que apitar da mesma forma para os dois lados. Agora, é levantar a cabeça, agradecer a Deus que passamos de fase e continuar o bom trabalho que a gente vem fazendo”, disse.
    Com a expulsão, Zé Welison está suspenso da estreia alvinegra na fase de grupos da Libertadores. O time alvinegro enfrentará o Cerro Porteño-PAR na próxima quarta-feira, a partir das 19h15. Ainda não se sabe se a partida será no Independência ou no Mineirão. Nacional-URU e Zamora-VEN são os outros integrantes da chave.
    fonte:superesportes

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome