Banner rotativo

    Estudante representa Campo Largo em concurso de oratória da JCI

    0

    A estudante Maria Fernanda Silva Borges, de 13 anos, representa Campo Largo neste final de semana no Encontro Regional da JCI (Junior Chamber International) Brasil, que acontece na cidade de Búzios (RJ). Maria, aluna do Colégio Estadual João Ferreira Küster, foi a vencedora da etapa municipal do concurso Oratória nas Escolas da JCI Campo Largo e agora participa de uma nova fase do concurso.

    Para Búzios, Maria viajou hoje, dia 09, ao lado da mãe Anita Cordeiro da Silva Borges, de 39 anos. Para elas, a viagem será a realização de um sonho, já que será a primeira vez que viajarão de avião. De acordo com Anita, diversas empresas e pessoas da cidade estão auxiliando a família com a viagem, desde a CVC que está patrocinando as passagens até lojas campo-larguenses que forneceram para a estudante looks completos que ela deve usar em suas apresentações – Valentina Chic, Chamego Calçados, Loja Crush, Malhas Catarinense e Mayara Gruba.

    PublicidadePrint

    Os pais de Maria, Anita e Fábio, estão muito orgulhosos da filha e da dedicação que ela teve pelo concurso. De acordo com eles, a estudante sempre teve melhor desempenho em matemática, mas mostrou grande talento com redação e oratória. Ainda segundo os pais, Maria está se esforçando muito para o concurso. Para a reportagem, ela diz que pretende trazer um bom resultado para Campo Largo. Pensando no futuro, Maria, que está no 9º ano do Ensino Fundamental, diz que pretende cursar psicologia ou pedagogia.

    O texto que Maria apresentará em Búzios é o mesmo da etapa municipal do concurso. A redação, que emociona a todos que têm a oportunidade de ler sobre os pensamentos da estudante, não será divulgado desta vez para não atrapalhar o desempenho de Maria no evento.68340475_2904869559738145_5931861478050103296_n

    Concurso

    O concurso de Oratória nas Escolas da JCI Brasil consiste em oferecer aos jovens estudantes a oportunidade de conhecimento, reflexão e conscientização sobre a responsabilidade e compromisso de cada indivíduo em relação a problemas sociais, ambientais e educacionais, relacionados ao Marco da Cidadania Ativa.

    A JCI acredita que com esta iniciativa, jovens estudantes poderão formar consciência crítica em relação a estes problemas. Também é possível estimular a prática de falar em público, competência atualmente necessária para se destacar no mercado de trabalho e na vida acadêmica.

    Neste ano, o tema do concurso foi “Como aceitar as diferenças e começarmos a nos tratar como seres humanos sem máscaras ou estereótipos”. Participaram os alunos: Ana Caroline Ribeiro, Maria Clara Cavalcanti, Maria Eduarda dos Santos, Kelvin Cabral Ribas, Marco Dhionys da Silva e Maria Fernanda Silva Borges.

    Eles foram avaliados pelos jurados seguindo uma ficha de critérios e pontuações para cada item, como pronúncia, coerência, entonação, motivação, segurança, estrutura e argumentação do texto, postura, entre outros.

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome