Banner rotativo

    As pessoas que eu amo

    0

    As pessoas que eu amo tem defeitos, os defeitos mais lindos e insanos. Algumas tomam remédio antes da dor chegar e encaram as maiores dores da vida, sem pestanejar. Assumem a bronca e não fogem da luta. Aceitam as críticas e seguem orgulhosas, errando e falhando que nem loucas e sempre bem loucas erram e falham novamente.

    Elas têm chulé e juram que o cheiro é confortável, lavam os pés e a alma todas as noites e confortavelmente dormem com a consciência limpa. Se perfumam antes de sair de casa com toda a ousadia de querer viver.

    PublicidadePrint

    As pessoas que eu amo tem rugas e a pele nunca corresponde a idade. Aprenderam que é preciso amar com a pele que é o maior órgão do corpo humano e não somente com o coração, deve ser por isso que sentem tanto e tem uma vontade inabalável de mudar o mundo. Não se importam com os calos nas mãos nem com as linhas de expressão, pois é através destas linhas que caminham, num caminho de perdição estável que as levam ao encontro das suas felicidades desiquilibradas.

    As pessoas que eu amo não sabem passar delineador, nem qual a base certa para seu rosto. Usam a base média e passam batom rosé embaixo dos olhos que é para dar um ar saudável de sol. Juram que vão aprender a se maquiar num tutorial de uma blogueirinha que tem a voz infantilizada, mas se perdem numa leitura de Bauman ou ainda nos vídeos do novo Rei Leão, deixando assim, a droga do delineador todo borrado.

    As pessoas que eu amo são difíceis de entender, são de uma estranheza no falar, no andar e quando dançam … Parecem gafanhotos fazendo Duplo Twist Carpado. Mas não perdem tempo falando mal de quem fez, estão ocupadas fazendo sua própria história. Têm desejos inalcançáveis e o mais lindo e louco é que vão em busca de os saciar. Têm suas próprias teorias da existência, seus manuais de sobrevivência, seus ritos de passagens e aqueles mantras maravilhosos, como aquele da bicicletinha sem freio que já virou uma motocicleta na ladeira da Estrada da Graciosa.

    As pessoas que eu amo mandam à merda, ligam o foda-se, falam palavrões, não gostam de briga, mas quando entram não tem medo da porrada. Têm um pedaço que chora e que se desespera, mas continuam mantendo a cabeça em pé. As pessoas que eu amo atravessam o Brasil por um abraço, para dizer que tudo vai ficar bem… E tudo sempre fica bem! As pessoas que eu amo oram por amor, pedem pelo outro em silêncio, mas nunca silenciam o seu amor. As pessoas que eu amo acreditam muito mais em mim do que eu mesma, seguram um a mão do outro, choram juntos e sabem ficar longe mesmo querendo ficar perto. São ousadas, não dizem não ao orgasmo, se atiram quase sempre de cabeça e alma e vísceras, lutam e não param de acreditar.

    As pessoas que eu amo não são as melhores pessoas do mundo, elas têm defeitos, são imperfeitas…

    E é justamente por isso que eu as AMO. Porque são perfeitamente imperfeitas.

    E isso deve bastar!!

     

    *Os artigos e opiniões publicados são de inteira responsabilidade dos autores, não refletindo necessariamente a opinião dos editores.

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome