Banner rotativo

    Vatapá

    0

    Na Boca do Povo

    A Câmara de Vereadores vota na segunda feira, dia 16 de setembro, a regularidade da prestação de contas do prefeito Edson Basso, dos anos de 2009, 2010, 2011 e 2012. Devem ser apreciados, em plenário, pelo colegiado os dois pareceres distintos. Um do relator vereador Clairton Alemão contrário ao parecer do TCPR e outro dos vereadores, Darci Andreassa (presidente) e Betinho (membro) a favor da decisão do TCPR. O assunto é alvo de grande debate nos meios políticos, pois, à princípio, possui interferência direta na decisão de Edson Basso, concorrer ao mando de prefeito, na eleição de 2020. Nas correntes partidárias, os dez vereadores decidem o futuro político do ex-prefeito Edson Basso (2005/2008 e 2009/2012), dois mandatos seguidos, com reeleição obtendo expressiva votação nas duas oportunidades. Para derrubar o parecer do TCPR, a oposição a Edson Basso, liderada pelo prefeito Marcelo Puppi, precisa de oito votos. Por outro lado, pela aprovação são suficientes quatro votos, pois assim, os adversários não conseguem o quórum para derrubar a análise do Tribunal de Contas do Paraná (TCPR). Nas conversas, as opiniões se dividem e muita gente quer saber o que pode acontecer na sessão que por sinal, poderá durar horas, com certeza mais de duas horas para as leituras e defesa dos pareceres e discussão dos vereadores, tudo em plenário. A sessão presidida pelo vereador Darci Andreassa promete ser bem concorrida.

    PublicidadePrint

    Presidência

    As duas próximas sessões ordinárias da Câmara de Campo Largo serão presididas pelo vereador Darci Andreassa (PSD) que o 1º vice-presidente do Legislativo. O presidente Marcio Beraldo estará ausente devido sua viagem à Itália, licença sem vencimentos, para tratar de assuntos familiares. Para Darci Andreassa, não será tarefa complicada, pois já esteve à frente da Câmara de Vereadores, em três outros mandatos. Experiência a toda prova.

    Volta

    Bento

    Com a marcante passagem de Henrique Segedi, por sessenta dias, como suplente na Câmara de Campo Largo, muitos comentários foram feitos. No dia 09/09, o vereador titular, Bento Vidal (DEM), reassumiu a cadeira e as funções dentro da Casa de Leis. Exatamente no momento em que serão votadas as prestações de contas do ex-prefeito Edson Basso. Sinais dos tempos, Marcelo Puppi em lado oposto. Em 2016, todo apoio político foi pedido ao ex-prefeito.

    Filiação

    Simoni - Ratinho

    Os partidos políticos estão preparando as chapas de candidatos para a eleição de prefeito e vereadores em 2020. Nesta lista existe uma reserva de vagas ao sexo feminino. Assim, Sra. Simoni Marcon deve se filiar ao PSD do governador Ratinho Jr., para concorrer a um cargo eletivo.  Alguns partidos, em Campo Largo, passam por dificuldades neste sentido.

    Engolir Sapo

    thumbnail_8302994d-610e-4c3f-87d2-b4245c3976ad (1)

    Não se pode dizer que o vereador Giovani Marcon e o prefeito Marcelo Puppi estão convivendo em harmonia. Muito menos o vice Maurício Rivabem tem simpatia pelo vereador Giovani. Na abertura da Feira da Louça, os dois tiveram que “engolir sapo”, pois o representante da Câmara, foi nada mais nada menos que o vereador Giovani Marcon, devidamente indicado pelo poder legislativo como 2º vice-presidente. Presença garantida.

    Tapume

    Rodoviária

    Mais um Tapume foi colocado em patrimônio público. A Estação Rodoviária de Campo Largo foi interditada. O mau estado de conservação e higiene foi à causa. Seguindo o exemplo da Casa da Cultura, a prefeitura de idealizar um projeto de reforma. O tempo passa, o tempo voa e o mandato vai embora.

    Lado a lado

    thumbnail_fd4d52e2-4605-4d1b-a569-7467732c6cba

    Quando o interesse político é comum, mesmo sendo possíveis adversários no futuro, as alianças acontecem. No episódio do Giovani Marcon, na Câmara de Campo Largo, o prefeito Marcelo Puppi (DEM) está lado a lado com o sindicalista Nelsão da Força (PDT). As nuvens mudam de formato a todo instante. Uma bola de cristal para adivinhar o futuro.

    Tempo passa

    O “Prefeito do Eu Sozinho” tem assessores que só fazem o que ele manda. Rezam a cartilha do “democrata” ao pé da letra. Os “Chupins no Ninho da Tigitica” estão engordando e o contribuinte paga a conta. Faltam, 474 (quatrocentos e setenta e quatro) dias para o fim da gestão MM. Em abril de 2020, o prefeito Marcelo Puppi fica de mãos amarradas se for candidato. São seis meses para concretizar obras. Muita coisa é falada, mas tudo está no papel ou em palavras lançadas.

    Troca Troca

    As nomeações alteraram a equipe de Marcelo Puppi e de Maurício Rivabem. Muitos trocaram de posição e o rendimento baixou. Alguns andam nervosos, com os nervos a flor da pele. Outros foram para casa, por não aguentar as contradições e o fraco desempenho. No jogo do  “Troca Troca”, em cargos de confiança, tudo tem que passar pelo gabinete, ao estilo do “Que Rei Sou Eu”. L’armata Brancaleone perdeu o rumo e procuram um novo caminho para a eleição de 2020. O Secretário Municipal de Comunicação pediu o boné. Um novo troca-troca deve ser confirmado.

    Pergunta da Semana: O que significa “Diário Secreto”? Será que isto acontece em Campo Largo? Publicação estranha.

    Pergunta da semana II: Quem é a pessoa que trabalha no Fórum de Campo Largo e que é bem próxima do prefeito Marcelo Puppi? Será que é um cargo em comissão, também?

    Pergunta da semana III: Quais são os “coringas” a serem usados na votação da Câmara, no caso das prestações de conta?

    Pergunta da semana IV: Quando é que os CRONOS de Luxo serão devolvidos para economizar? Onde ficaram os treze veículos da Câmara Municipal repassados por Bento Vidal à prefeitura?

    Pergunta da semana V: Recuperação de estrada particular. O Vale Saibro ajudou. Quem é o autor da façanha? O vice-prefeito pode explicar.

     

    *Os artigos e opiniões publicados são de inteira responsabilidade dos autores, não refletindo necessariamente a opinião dos editores.

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome