Banner rotativo

    Imagem

    0

     

    A imagem política do prefeito Marcelo Puppi está ligada as coisas faladas e propostas na sua campanha eleitoral. Entra na pauta de discussão e votação o Orçamento Municipal de Campo Largo na próxima segunda feira, dia 30 de setembro, em sessão extraordinária. No dia 03 de outubro, os vereadores confirmam e segunda votação a peça orçamentaria do quanto ano de mandato do atual prefeito, estimando a receita e fixando a despesa. A imagem administrativa ficou bem arranhada, com uma atuação pífia e contestada por grande parte da população. Não soube conduzir nenhum projeto para alavancar investimentos de porte no município. Os investimentos, também, deixaram a desejar e o cidadão viu muitos serviços públicos serem sucateados. A capacidade de ampliar gastos e reduzir receita criaram um rastro de criticas e a impopularidade se ampliou ao longo dos meses. Aumento do salário de prefeito, do vice e dos secretários, não foi esquecido. A Reforma Administrativa com ampliação de altos cargos, como os secretários adjuntos revoltaram a população. Na busca por mais dinheiro, aplicou a Reforma da Planta Genérica e que afugentou muitos investimentos. Nesta linha, aumentou o IPTU e o ITBI, complicando muitos negócios no município. Com a doação dos uniformes escolares fabricados por empresa de fora do município, eliminou postos de empregos em confecções locais. As alterações provocadas no Plano Diretor, na visão do prefeito, provocaram um esvaziamento de investimentos no setor imobiliário e assim, muitos empregos deixaram de ser ofertados pela construção civil. A imagem foi se desgastando, com as benesses públicas chegaram ao ponto da locação de carros de luxo de uso do gabinete do prefeito.  O cidadão não ignora que tudo o que está sendo feito dentro do gabinete, não possuindo apoio popular. Cada ponto a ser analisado das coisas aplicadas, não foi projetado em campanha eleitoral. As propostas ou promessas foram esquecidas. A imagem do prefeito perdeu o brilho e o encanto e o reflexo disso terá um custo muito alto para a população. Pela cidade existem ruinas e alguns tapumes podem ser apontados e com certeza, só em próximo mandato algo novo poderá ser feito. As obras de vulto não acontecem nos meses finais de mandato.

    PublicidadePrint

     

    *Os artigos e opiniões publicados são de inteira responsabilidade dos autores, não refletindo necessariamente a opinião dos editores.

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome