Banner rotativo

    A adaptação é um desafio político mundial?

    0

    Os impactos das mudanças climáticas nunca foram tão evidentes e ameaçadores. O número de desastres climáticos extremos, como secas e inundações, dobrou desde a década de 1990.

    Hoje milhões de pessoas estão expostas a riscos de saúde relacionados ao calor. E como enfrentar isso?

    PublicidadePrint

    O mote é o cuidado com a adaptação! A adaptação é o pressuposto básico na busca pela mitigação dos efeitos das mudanças climáticas.

    O Banco Mundial anunciou que metade de seus investimentos climáticos serão agora direcionados para a adaptação.

    Uma nova Comissão Global de Adaptação, liderada por Kristalina Georgieva, Ban Ki-moon e Bill Gates foi lançada em outubro de 2018 e tem como objetivo valorizar a relevância da adaptação – como uma agenda mundial – para acelerar ações em todo o mundo.

    A comissão, formada por 17 países debruça-se num relatório de pesquisa que incluirá vários caminhos para superar os desafios oriundos da necessidade de adaptação.

    O Brasil, por sua vez, conta com um Plano Nacional de Adaptação à Mudança do Clima (PNA), instituído em 10 de maio de 2016 por meio da Portaria nº 150, é um instrumento elaborado pelo governo federal em colaboração com a sociedade civil, setor privado e governos estaduais que tem como objetivo promover a redução da vulnerabilidade nacional à mudança do clima e realizar uma gestão do risco associada a esse fenômeno.

    Em consulta ao sítio eletrônico do Ministério do Meio Ambiente verifica-se a existência de relatório de monitoramento das ações relacionadas ao PNA, demonstrando algumas evoluções  e ganhos. Mas isso ainda não é suficiente.

    É preciso compreender que as estratégias de adaptação devem estar entre as prioridades nas políticas de desenvolvimento, impedindo que decisões de uma área anulem as medidas de adaptação implantadas por outra. Torna-se essencial desenvolver um plano de ação para a adaptação às mudanças climáticas que agregue medidas bottom-up top-down.

    Portanto, de todos os desafios a serem superados na implementação de políticas de adaptação às mudanças climáticas (por exemplo, custos financeiros, déficit de informação, capacidade tecnológica e outros), certamente o maior deles é o político, mediante a criação de novas estruturas de governança, com o aumento da participação dos vulneráveis nas tomadas de decisões e maior empenho de compromissos financeiros.

    Destaca-se que, medidas como essas, podem soar impopulares aos governos nacionais…

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome