Banner rotativo

    Fundamentos para construir uma infância completa (4/7 – AMOR)

    0

    Estamos na quarta parte da série de estudos sobre os pilares que asseguram uma infância completa. Na edição anterior foi possível refletir a respeito da necessidade das crianças em sentir-se aceita. Estamos envolvidos com o sentimento do amor que é gerado nessa época (fim e início do ano) e uma boa reflexão para começar o tema de hoje é a seguinte: “Você ama alguém?” e “Essa pessoa sabe disso?”. É muito fácil entender a diferença entre as duas questões, à medida que a primeira refere-se a uma certeza pessoal enquanto a outra sobre a forma como é revelada e percebida pelo próximo. Victor Hugo afirma que “a suprema felicidade na vida está na convicção de que somos amados”. Portanto, amar é mais que perceber, é a certeza que não deixa espaço para a dúvida.

    Para que possamos imprimir a confiança sobre o amor, considere as afirmações a seguir:

    1. O amor é uma reação aprendida: as crianças precisam ser ensinadas com ações (na prática) sobre o que é “amar”, para que consigam retribuir no momento oportuno. “Ser forte é mostrar amor. Os fracos são cruéis, desinteressados e faltos de amor”.
    2. O amor entre os pais afeta a capacidade de amar da criança: o verdadeiro amor precisa ser evidenciado em casa, caso contrário a criança tomará como exemplo o que é visto em novelas, músicas, sites…
    3. O amor deve ser verbal: comunique os sentimentos e registre-os para eternizar os momentos. Crie códigos para expressar o amor.
    4. Amor pede ação: fale e faça! Estabeleça princípios de amor em sua casa.
    5. Amor envolve confiança: demonstre confiança nas escolhas e pensamentos do próximo, para que os vínculos sejam fortalecidos.
    6. Amar significa ouvir e compartilhar experiências: abrir mão dos conceitos formados para dispor-se a uma escuta atenta e amorosa. Compartilhe experiências de fracasso e sucesso para gerar união e pertencimento.
    7. O amor reconhece que as pessoas são mais importantes que as coisas: as crianças precisam de pais que as amam e não de presentes.

    PublicidadePrint

    WhatsApp Image 2019-12-19 at 19.54.30

    “O que é então amar? Amar é ter tempo um para outro. É conversar ao redor da mesa ou da fogueira no acampamento. É uma família caminhar e correr na mata ou no parque. É a felicidade derivada de quando se faz um favor extra um para o outro. Amar é dar as mãos em algum projeto. É fazer uma brincadeira de que todos participem e gostem. Amar é rir de nós mesmos e dar a outrem o sentido de pertencer. É conversar sobre um interesse comum ou orar juntos. Amar é ouvir. É qualquer palavra ou ato que gere o sentimento de que amo e sou amado”.

    Desejo fortemente que o ano de 2020 seja repleto de amor em todos os lares, escolas, ambientes de trabalho, igrejas, ruas da cidade, hospitais… enfim, que por onde andarmos, as pessoas possam entender o significado do amor por meio das nossas palavras e ações.

    Fonte: Sete necessidades básicas de uma criança (John Drescher).

     

    Murilo TchmolaTexto: Murilo Tchmola
    Coordenador pedagógico e professor na escola Lighthouse. 

     

     

     

     

     

    *Os artigos e opiniões publicados são de inteira responsabilidade dos autores, não refletindo necessariamente a opinião dos editores.

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome