Banner rotativo

    Inteligência artificial será empregada na restauração da Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade

    0

    A Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade, no Centro de Campo Largo, será restaurada pela empresa Creatos Arquitetura, especializada na construção e restauração de igrejas. As obras ajudarão a preservar não apenas o prédio e as manifestações artísticas de se interior, mas também a história e a cultura do município.
    De acordo com Tobias Bonk Machado, arquiteto fundador da Creatos, a primeira etapa do projeto de restauro da igreja consiste no levantamento das medidas e das patologias da edificação. Tudo é feito com o emprego de drones, scanner 3D – que é amplamente utilizado para a reconstrução de monumentos históricos – e inteligência artificial. Com a tecnologia, é possível fazer uma varredura pelo prédio da igreja, identificando os problemas em sua estrutura, desde infiltrações e rachaduras.
    Nesta etapa, a empresa identificou inclusive que, ao longo do tempo, as pinturas figurativas originais do interior da igreja foram descaracterizadas, provavelmente durante períodos reforma. De acordo com Tobias, nesta fase do projeto, que deve ser concluído em aproximadamente três meses, é importante que os moradores de Campo Largo colaborem fornecendo, por exemplo, fotografias antigas. A partir das fotografias será possível identificar alguns detalhes da igreja que podem ter se perdido com o passar dos anos.


    A Creatos é a mesma empresa de arquitetura que realiza o restauro da Paróquia São José e Santa Felicidade, a igreja Matriz de Santa Felicidade, em Curitiba.
    O pároco da igreja, Padre Valdirlei Augusto Chiquito, diz que o projeto de restauro faz parte do início das comemorações dos 200 anos da paróquia, que será celebrado em 2026. “A igreja tem um valor histórico-espiritual importantíssimo para a comunidade. A Igreja Matriz é o marco zero da cidade. Não se pode falar de Campo Largo sem se falar da Igreja Nossa Senhora da Piedade. Por isso, essa obra de restauro é muito importante para zelar per esse templo que os nossos antepassados construíram. Sendo assim, é nosso dever – desta geração e das gerações futuras – manter esse patrimônio intacto, sob os cuidados de uma manutenção especializada em arquitetura sacra”, diz o padre.

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome