Banner rotativo

“Campo Largo está de aniversário – 150 anos – Dia 2 de abril”

1

Quem é campo-larguense sabe que o aniversário de Campo Largo é no dia 2 de abril.

A população de Nossa Cidade é hoje formada em sua grande maioria por cidadãos que vieram de muitos pontos do Estado e do País.

PublicidadePrint

Também, nas Escolas Municipais, a história passada raramente é conhecida, e da mesma forma a Administração Executiva e Legislativa. Portanto, em nenhum momento foi falado sobre qualquer tipo de homenagem, embora esta seja uma atribuição da Câmara Municipal, que deve preservar pelos valores e símbolos municipais, e dos departamentos relacionados à história e cultura da nossa região.

A história é longa. Começa em 1841 quando a Capela Curada de Nossa Senhora da Piedade do Campo Largo passou a ser “Freguesia Colada à de Curitiba”, em 12 de março de 1841, quando ainda pertencia à Província de São Paulo, com as divisas aprovadas por S.M. o Imperador D. Pedro II, o que tornou possível a criação do Distrito, por Lei nº 23 de 23 de março de 1841.

O Distrito foi dividido em quarteirões autônomos. “Um Quarteirão” era formado por pelo menos “25 focos de Almas” (25 famílias), em uma mesma região e administrado por um “Inspetor de Quarteirão).

O artigo 49 da Lei Provincial nº387 de 19 de agosto de 1846 estabelecia as regras para a elevação de uma Freguesia à Villa. Em 19 de dezembro de 1853 foi criada a Província do Paraná, em com isto, os distritos poderiam ser elevados à Villa (Município), mediante a organização dos seus votantes, conforme o número de Quarteirões e área geopolítica.

Uma primeira lista de votantes foi elaborada pela Junta de Qualificação em 1866 a qual “foi extraviada”. Poderiam ser votantes todos os homens maiores de 21 anos, menores de 21 emancipados, livres ou alforriados. Decidiu-se mudar a idade para 23 anos e evitar dúvidas. Uma nova listagem foi feita em 1867 e 1868 com este novo teor, que acabaram não tendo valor e foram anuladas, valendo a de 1866, que em teoria já havia sido entregue. As novas determinações só foram acatadas e oficializadas em 26 de março de 1870.

No dia 1 de abril de 1870, toda a documentação preparada pela junta de qualificação foi enviada para sansão do Presidente da Província do Paraná, Antonio Luiz Affonso de Carvalho para a criação do Município.

CM1
“Remeto a V. Sa. o incluso officio da Mesa da Assembleia dirigindo à sansão o Decreto que eleva à categoria de Villas as freguesias do Campo Largo e Rio Negro, afim de V. Sa. fazer presente a Exmo. Sr. Presidente da Provincia. Assinado: Secretário de Governo Antonio Cândido Ferreira de Moura”.

Esta era a “Capa do Conjunto de Documentos” enviados à Presidência da Província.

Em 2 de abril de 1870, foi sancionada a Lei nº 219 de 02 de abril de 1870, que criava os Municípios de Campo Largo e Rio Negro, conforme documento a seguir, que você, leitor do “Metropolitanoagora” está conhecendo pela primeira vez. É a “Certidão de Nascimento de Campo Largo”.

CM3b

O mesmo texto, transcrito para o melhor conhecimento dos leitores:

Imagem1

A Lei foi publicada no “Jornal 19 de Dezembro”, que era o “Diário Oficial” da época, em 6 de abril de 1870. Veja então a cópia do microfilme da publicação:

CertNascCL

Então, Campo Largo após conseguir sua “Emancipação Política”, em 2 de abril de 1870, pode se preparar para instituir os poderes administrativos.

Em 5 de dezembro de 1870, realizou a primeira Eleição Municipal, onde foram escolhidos os primeiros 7 (Sete) vereadores, que foram “diplomados” em 23 de fevereiro de 1871, com a instalação da Câmara Municipal. Mas esta é uma outra história que contarei em outro momento.

Se em algum momento você já viu ou ouviu alguém comemorando o dia 23 de fevereiro como aniversário da Nossa Cidade, pode ter convicção de que esta pessoa “nunca estudou a história de Campo Largo”.

“Quem é Campo-larguense está parabenizando a Cidade”. Comemorando não, numa época tão difícil com a “Pandemia do Coronavirus”.

Para quem também não sabia, Campo Largo comemorou o Centenário da Criação do Município a 50 anos atrás, com muitas inaugurações, dentre elas a Escola Reino da Loucinha, marco da Educação Infantil de Campo Largo, pelo então Prefeito Emigdio Pianaro.

aniversário

Seja sempre feliz minha querida e linda Campo Largo!!!!

 

*Os artigos e opiniões publicados são de inteira responsabilidade dos autores, não refletindo necessariamente a opinião dos editores.

WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

1 comentário

  1. A tradição oral é tão importante quanto a documental. É a transcrição da cultura simples das pessoas situadas numa determinada época. A história começa em 1819, quando João Antônio da Costa doou as terras aos primeiros habitantes. Campolarguenses que respeitam o 23 de fevereiro não são ignorantes, pois aprenderam está data com seus pais e valorosos professores.

Deixe seu comentário

Favor escrever seu comentário
Favor colocar seu nome