Banner rotativo

    Quem deve realizar o censo? (2 Samuel 24:1-9 e 1 Crônicas cap. 21)

    0

    Comentam-se, com frequência, a respeito da contradição entre estes dois textos (2 Samuel cap. 24 e 1 Crônicas cap. 21). Porém nesta reflexão, não se debate sobre a contradição entre os dois textos, mas sobre o orgulho levantado no coração de David e a reação de Deus contra todo Israel. A realização do censo, era um ato de perigo para a nação. Joabe, o general, protestou contra a intenção do rei logo depois de receber as ordens, porque sabia que era um delito para Israel e mexeria com a liberdade do povo, pois a contagem seria feita e tornaria um fardo para os militares, ou seja, o resgate de cada alma. Êxodo 30. 11-16 e se não for feito o resgate, a prática causaria o descontentamento Divino. Mas como as ordens dos reis devem ser obedecidas, Joabe concordou e fez o recenciamento dos militares.

    De fato, algo estava por trás do levantamento do censo, satanás é o autor do problema como está elucidado no livro de Crônicas, ele tinha colocado dúvidas no coração de David para a realização deste ato que causou consequências aterrorizantes em Israel. As dúvidas estavam relacionadas com a grandeza de Israel. Então provocou no coração de David a intenção de saber qual era o número dos soldados em Israel, é certo que quanto mais a nação possui uma grande quantidade de pessoas que sabem manejar espadas, maior proteção pode trazer para o povo. Porém esse tipo de pensamento leva os homens a acreditarem mais na força natural do que no poder sobrenatural de Deus. Este era o caso do rei David, ou seja, naquele momento ele confiança mais nos soldados e não em Deus.

    PublicidadePrint

    Deste modo, Deus ficou triste e se armou contra David para castigar toda nação. Observa-se que ainda com todo a tristeza que Deus tinha no coração, Ele agiu com a misericórdia e apresentou três castigos a Davi: – Sete anos de fome: Este tipo de açoite, movido pela mão divina sempre deixava muitos mortos; – Três meses de derrota que, inimigos guerreariam, torturariam e humilhariam a Israel. E isso significava a morte de muitos em Israel; – Três dias de pandemia, uma pandemia tão violenta que muitos morreriam em poucos dias, mas seria uma grande desgraça.

    David escolheu três dias de pandemia e disse: é melhor cair nas mãos de Deus do que nas mãos dos homens. Às vezes os homens não possuem a capacidade suficiente para fazer escolha, ou carecem da iluminação do espírito de Deus para escolher de maneira certa. Deus apresentou estes castigos a David em forma de misericórdia, também fica claro que, as pandemias com frequências não são naturais, mas sim causais, naquele momento o rei invencível se sente vencido pelo seu próprio coração, respira profundo, meneia a cabeça e a consciência despertou para que ele possa perceber que estava em grande angustia, prefere cair nas mãos de Deus, mas também sabia que mesmo nas mãos de Deus as consequências seriam pesadas.

    Existe um contraste entre o castigo Divino e o castigo brutal do ser humano. David apela a ação de Deus por causa da grande bondade de Deus. Também sabia que se ele escolher a espada do homem, isso mexeria tanto com o nome dele como rei, quanto o nome do Deus o criador dos céus e da terra. Então escolheu a pandemia, a qual se agravou pela grandeza dos números de soldados que havia motivado o levantamento do censo e em poucas horas espalhou-se quase em todo Israel e ceifou a vida de setenta mil soldados. Quando o anjo se aprontou para atingir Jerusalém, capital de Israel, Deus ordena parar. Setenta mil mortos era o resultado da ação pecaminosa de um único homem, somente um homem pode servir de benção para uma nação, mas também um único homem pode ocasionar maldição para seu povo.

    David era um rei escolhido por Deus, mas também estava sujeito a qualquer tipo de cincada como os seres humanos. Foi satanás que provocou a contagem dos militares, mas David era responsável e podia resistir satanás e não fazer o recenciamento. Finalmente, Deus na sua misericórdia decidiu cessar a pandemia, isto é, na altura da destruição de Jerusalém. Em seguida enviou o profeta Gade para instruir David para que este fizesse sacrifícios na eira de Araúna. No momento, o rei não agiu como um político, ele sabia que a esperança do povo estava somente nele, então se abaixou para resolver dois problemas: i) administrar o desespero do povo – o povo de Deus precisa de alguém para administrar o seu desespero, às vezes o povo está com dificuldades e nem sabe como superá-la; ii) apaziguar a ira divina – a construção do altar para fazer sacrifícios ao Senhor pode acalmar a ira divina. “E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão” (HEBREUS 9:22).

    Quando uma epidêmica é amplamente disseminada entre o povo, a liderança sente-se a maior responsabilidade que têm como liderança. Nesse momento da Covid – 19, não existe um único líder que não está interessado com a proteção de sua comunidade, ou seja, todos os líderes querem ver a salvação dos seus liderados, todos querem que suas comunidades mantenham no espírito da felicidade como antes da pandemia. Aqui se sente convencido de que os verdadeiros líderes neste período da grande crise mundial, não estão interessados em tirar proveito de qualquer natureza dentro de suas comunidades, mas lutam a cada dia, para que depois desta pandemia que tenha alguém que se aproxime deles e fala: “valeu a pena ter você como o nosso líder”.

    Então, quem deve realizar o censo? O censo não deve ser realizado por alguém que não possui habilidade para resgatar cada alma. De outra forma, os seres humanos são imperfeitos, assim sendo, não podem se apresentar ao Deus vivo para resgate de suas almas. Somente Jesus deve levantar o censo, pois Ele é único que possui a habilidade de recensear cada pessoa como o seu membro enquanto resgata sua alma para a salvação eternamente, a cada dia Ele se coloca à disposição para resgatar as almas das pessoas, simplesmente as pessoas precisam crer no amor de Deus para não perecerem como João ensino “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (JOÃO 3:16).

    O lugar onde Deus ordenou fazer sacrifícios, ou seja, Monte Moriá era onde Abraão foi testado por Deus para sacrificar Isaque, Genesis. 22:2-8. David comprou este lugar de Araúna para fazer sacrifícios a fim de cessar a pandemia. Nos dias de Salomão, foi erigido o templo no mesmo lugar para adoração do Senhor, II Crônicas 3:1. Pode-se considerar o lugar onde foi feito o altar e o sacrifício como meio de propiciação para restaurar o relacionamento do homem com Deus. Existe uma ilustração da ação de David no referido lugar com expiação de Cristo, seus métodos ação e resultados em Jerusalém que, são oferecidos uma vez para sempre, “muito mais o sangue de Cristo, que, pelo Espírito eterno, a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus vivo” (HEBREUS 9:14).

    Por todos esses aspectos é imprescindível que todos se conscientizem de que foi orgulho levantado no coração de David e sua crença no poder dos seus homens, que resultou na reação de Deus contra toda nação. A realização do censo, era um ato de ameaça para a nação. Embora foi uma ação de satanás, entretanto, David podia resistir e não recensear os militares. As mesmas aspirações são observadas com frequência hoje em dia, tanto no âmbito eclesiástico, quanto no secular, pois alguns líderes registram os membros de suas comunidades e se orgulham com o poder econômico e/ou militar que as suas comunidades possuem, porém nesse momento de Covid – 19, as duas coisas são insignificantes, somente o poder de Deus continua com o seu significa, então deixem Jesus contar as ovelhas, pois Ele possui o poder para resgatá-las. Será que você se sente resgatado por Jesus?

    Raul Ié

    *Os artigos e opiniões publicados são de inteira responsabilidade dos autores, não refletindo necessariamente a opinião dos editores.

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome