Banner rotativo

    Gestão domiciliar – Capítulo 19: Administração Financeira na Prática

    1

    Para você o orçamento financeiro está ligado a liberdade ou ao impedimento? Nesta semana Daniele Hila Bonatto vai provar para você que o orçamento é uma oportunidade de conquistar a liberdade e te dará dicas de como começar a colocar em prática!

    Na última edição da matéria Gestão Familiar, abordamos algumas estratégias para uma boa gestão financeira. Espero que além de ler, você também tenha aplicado as lições, pois ao colocar a teoria na prática, fica mais fácil seguir adiante e conquistar a tão sonhada liberdade financeira.

    PublicidadePrint

    Pensando nisso, quero propor um desafio que é de assimilar a palavra “orçamento” com liberdade. Ao contrário do que muitos pensam, o orçamento familiar não tem o objetivo de restringir, cortar ou impedir você de usufruir de uma boa vida, e sim, de levá-lo até a verdadeira liberdade! É através do orçamento que identificamos os gastos desnecessários, excessivos e os furos por onde seu dinheiro pode estar sendo desperdiçado, bem como oportunidades que um bom planejamento pode proporcionar a você e sua família

    Reforçando o papel das emoções nesse aspecto financeiro, é preciso antes de mais nada, fazer uma avaliação sincera a respeito das permissões e das nossas negociações internas, que são como gatilhos de recompensa, usadas para suprir uma necessidade de aceitação e pertencimento, que quase sempre são infindáveis. Por exemplo, você começa a andar de bicicleta e passa a conversar com pessoas que fazem parte do grupo da “bike”, que normalmente começam a dar sugestões de equipamentos e acessórios para uma boa performance. Mesmo que inconsciente, você se sentirá “tentado” a adquirir esses produtos para ser melhor aceito e fazer parte do grupo. Essa tendência é maior se você não se sente realizado no trabalho, e busca assim, um refúgio, um escape para sua falta de realização profissional, com a velha desculpa do “eu trabalho tanto, por isso mereço”. O problema é que muitas vezes, a estratégia de suprir a necessidade de realização com outros meios (bens materiais, hobbies, etc.) pode gerar um ciclo vicioso onde você fica cada vez mais “preso” a um trabalho que não te traz satisfação em troca do salário que você usa para comprar aquilo que parece uma necessidade, mas que na verdade, é apenas uma fuga.

    Outra armadilha para uma verdadeira liberdade financeira é acreditar em fórmulas milagrosas. A lista é imensa e vai de produtos para emagrecer, cosméticos, acessórios, utensílios domésticos e promessas de riqueza e sucesso rápidos, que são grandes vilões do orçamento familiar. Toda vez que você se sentir tentado a adquirir um produto ou serviço com essa característica, pare e reflita, pesquise, busque opiniões contrárias, para evitar ser influenciado pelo viés de confirmação. Uma dica é pesquisar no site de busca, o nome do produto seguido da palavra “reclamação”. Certamente você verá o depoimento de pessoas que caíram na “tentação” e ficaram no prejuízo.

    Com essa consciência vista a partir de um plano mais abrangente, de uma visão mais ampla, mãos a obra para construir o que realmente trará satisfação, liberdade e plenitude para sua vida e sua família. E como por aqui não temos uma fórmula milagrosa, mas sim, trabalho que agrega valor, consistente e sustentável, vamos trazer alguns aspectos a respeito do primeiro passo para um orçamento familiar robusto e eficaz.

    Já parou para pensar

    JÁ PAROU PARA PENSAR? E PARA ANOTAR?

    Quantas vezes você já perdeu o sono pensando nas contas que tinha que pagar e a cada 5 minutos lembrava de mais uma e outra? É fato que as contas chegam e se você não tiver um controle, uma lista com a relação de todas, elas vão ser lembradas, mas na hora errada, no lugar errado, porém, no momento que você precisa tomar uma decisão, por exemplo, onde são necessários fatos e dados, você não encontrará essa informação acessível, no entanto, quando você precisa descansar, esses “grilhos” não param de cricrilar na nossa cabeça!

    Então, por mais incômodo que fazer essa lista possa parecer, pense em como isso pode ser libertador para sua vida.

    Como e por onde começar

    COMO E POR ONDE COMEÇAR?

    Comece sempre com o método mais prático, no que se refere ao acesso e preenchimento. Planilhas são ótimas, porém com o papel, a ação de anotar e calcular manualmente, pode ser um exercício muito eficiente, principalmente até você estar com os principais valores em mente, dessa forma, a opção do caderno se torna muito útil.

    Faça uma relação de todas os gastos, com base no mês anterior ou definindo uma previsão sobre um valor que você se compromete a cumprir. Em seguida, separe em 4 categorias: entradas, investimentos, despesas fixas e despesas variáveis. Despesas fixas são aquelas que não sofrem grandes alterações e despesas variáveis são aquelas que você tem maior espaço para ajustes. Coloque a descrição de cada uma, seguida da data de vencimento (nos casos das contas fixas) e mais quatro colunas para os seguintes lançamentos: entradas previstas, entradas realizadas, saídas previstas e saídas realizadas, conforme exemplo abaixo:

    tabela

    Como você pode ver, no mês de julho essa família teve gastos excedentes com supermercado, combustível e farmácia, mas conseguiu controlar reduzindo as contas com vestuário e lazer.

    Com essa visão, é possível trabalhar nas prioridades e garantir que o saldo não seja negativo, sendo assim penalizado pelos juros de cheque especial.

    Não se desespere caso a sua fotografia não for tão alinhada e equilibrada como essa que vemos no exemplo, o importante é que você decida hoje ter uma visão clara sobre seu estado atual (sem lamentar o passado) e defina objetivos consistentes para os próximos meses.

    Na próxima edição, traremos mais alguns aspectos relacionados às decisões financeiras e técnicas de negociação que certamente levarão seu orçamento familiar para outro patamar.

    murilo tchmola e taciana gaideski

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    1 comentário

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome