Banner rotativo

    Gestão domiciliar -Capítulo 28: Literacia familiar – parte 2

    0

    Dando continuidade a série sobre a literacia familiar, vamos abordar hoje o tema alfabetização. A literacia, como um conjunto de práticas e experiências relacionadas à linguagem oral, a leitura e a escrita, tem como objetivo auxiliar no desenvolvimento da linguagem da criança e, consequentemente, preparar o seu caminho para a aprendizagem que se desenvolverá em sua vida escolar.

    A alfabetização, definida como o processo de aprendizagem das habilidades de ler e escrever, não acontece apenas no final da primeira infância. A alfabetização é um caminho trilhado pela criança desde seu nascimento, uma vez que ela nasce e vive em um meio no qual a comunicação se dá por meio da linguagem. É neste contexto que a literacia familiar ganha espaço e relevância, uma vez que é no convívio familiar que está toda a base de aprendizagem da criança.

    PublicidadePrint

    Conhecer os facilitadores da alfabetização nos auxiliar no momento de identificar as oportunidades de desenvolvimento da linguagem em meio as atividades diárias e as brincadeiras vivenciadas pela criança.

    O Ministério da Educação listou 7 facilitadores da alfabetização no guia da literacia familiar, os quais abordaremos a seguir.

    1

    1. Desenvolvimento da linguagem oral

    É o desenvolvimento das habilidades relacionadas à fala e a compreensão do que se ouve. As ferramentas para o desenvolvimento dessas habilidades são: o vacabulário (as palavras conhecidas pela criança), a compreensão oral (capacidade de a criança compreender o que ouve), a capacidade de identificar os usos práticos da língua (compreender os usos e propósitos da língua em seu dia a dia), a familiaridade com as estruturas semânticas da língua (significados das palavras e a sua organização em categorias) e a familiaridade com as estruturas gramaticais da língua (compreender a estrutura de uma sentença – como tempo verbal, sujeito e objeto).

    2

    1. Aquisição de conhecimentos variados sobre o mundo

    Ao iniciar a sua vida escolar a criança traz consigo as experiências que já vivenciou e o que aprendeu em cada uma delas. Esse conhecimento gerado pelas suas vivências contribuirá para compreensão dos conteúdos escolares.

    3

    1. Consciência fonológica e consciência fonêmica

    A consciência fonológica é a habilidade de identificar e manipular os sons da fala e a consciência fonêmica se refere ao conhecimento da menor unidade da fala, o fonema. O desenvolvimento de tais consciências auxilia a criança a compreender as relações entre as letras e os sons da fala.

    4

    1. Conhecimento alfabético

    Reconhecer os sons, as formas e os nomes das letras do alfabeto e relacionar os sons da fala com as letras o alfabeto.

    5

    1. Conhecimento sobre a escrita

    Compreende a maneira correta de segurar e folhear os livros, os elementos que compõem um livro (capa, título, autor, etc) e as convenções da escrita (direcionalidade: leitura da esquerda para a direita, de cima para baixo).

    6

    1. Coordenação motora fina

    Refere-se à capacidade de sincronizar os movimentos usando cérebro, músculos e articulações. É uma habilidade importante para a prática da escrita, já que a criança precisa ter a capacidade de segurar o lápis e de fazer o traçado das letras com ele.

    7

    1. Funções executivas

    São as habilidades de controlar pensamentos, comportamentos e impulsos, manter e operar informações e buscar, com criatividade, situações para problemas inesperados.

     

    No próximo texto traremos propostas de atividades para explorar os facilitadores da alfabetização.

    murilo tchmola e taciana gaideski

    WhatsApp Image 2017-11-21 at 14.32.36

    Deixe seu comentário

    Favor escrever seu comentário
    Favor colocar seu nome